Itinerário da Alma


29/04/2006


 

ITINERÁRIO DA ALMA


 

O “Itinerário da Alma” foi o roteiro mais elaborado que fiz.
Ousei desvendar o “eu complicado” . Procurar o pedaço que faltava em mim na menina que ficou no tempo, com seus pensamentos embaralhados.


O caminho de incertezas de um talvez não deixou de ser prazeroso. Despertei emoções que desconhecia. Encontrei amor, alegria, beleza e muita poesia ao longo dele. Esqueci a vida morna. Deixei borbulhar pensamentos e sentimentos . Não economizei alma. Vivi com intensidade o tempo de descoberta. Descobri o gosto de ser.


Alma que gritava solidão nas noites de angústias, mostrou seu melhor espetáculo no desejo de ser amada. Mas, não fui amada... Curvei-me às tempestades, andei com dificuldade na companhia do ciúme. Mundo invadido, sentidos roubados.


Desarmada, rodopiei como cigana nas ruelas, atenta aos rumos traçados. Mergulhei em fantasias e renasci. Busquei contentamento. Embriaguei-me de frases, linhas e entrelinhas. Escutei carinhos, deixei-me proteger e brinquei de ser feliz.


Assim, atravessei o tempo conhecendo dores e desvios. Desvão da alma guarda saudades.


 

Escrito por Sílvia Paiva às 11h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

05/03/2006


 

Foto Interlúdio - Luiz Carlos de Carvalho

 

 

 

 

Revelação

 

 

 

 

Hiberno

 

Na ausência dos teus olhos

 

Fotografo teu silêncio

 

Revelo minha miséria

 

 

 

Escuro

 

Tateio teus segredos

 

Desvendo os meus

 

Em posição fetal

 

Alimento saudades

 

Cultivando sonhos

 

Escrito por Sílvia Paiva às 19h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/02/2006


 

Foto  Onde Estou?   Mark Freedom

 

 

Fio de Ariadne

 

Acordei no vazio

Paralisada em cansaço de ser

Sem acolhida

Sem sinais de afeto

Sem sabor humano


No olhar magoado

procurei a eternidade do agora

percebi o invisível

fragmentos

 

Gerei versos com paixão

Simples e intensos

     Compaixão

Em meus labirintos

Matei minotauros

 e  fugi com fio de Ariadne

 

 

Escrito por Sílvia Paiva às 22h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/02/2006


 

Foto Já não me tocas, sinto a falta - Paulo Cesar

 

 

Gula

 

 

 

Enxergou minha fome

 

Instantes

 

Que comia sua gula

 

Comi doce e o sal

 

Compulsiva,

 

comi o que não me pertencia

 

Sem piedade,

 

não reparti

 

Não fingi vergonha,

 

devorei

 

Impulsos desvendando

 

sabores e cores

 

Bebi seu olhar com paciência e doçura

 

Chá de ervas que acalma...

 

Não chorei pecado

 

Aprendi:

 

Alma também é corpo

Escrito por Sílvia Paiva às 17h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

28/01/2006


 

Foto Simplesmente...Clara... - Toninho 

 

 

 

Fumaça

 

 

 

O gosto da nicotina na garganta

 

Universo povoado em meu silêncio

 

Neuroses, palavras e adeus

 

A fumaça que some

 

Dissipada em sonhos no ar

 

Coisas secam...

 

Medo do silencio angustia

 

O vazio enche alma

 

Escrito por Sílvia Paiva às 15h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

23/12/2005


 

Foto Nélio Freitas

 

Hoje, finalmente, entrei no clima de natal. Fiz um balanço do ano que passou. Olhei carinhosamente o "itinerário da alma", minha estrada, meu jeito de caminhar, o percurso escolhido e a direção tomada no rumo de ser feliz.


Aliviei a bagagem, desfiz de sonhos dobrados e crenças que não me servem mais. Admirei cada amigo encontrado no caminho.


 
Minha amiga Betha Mendonça, parteira e madrinha do itinerário da alma.  Acompanhou atentamente os passos do afilhado.


Meu amigo querido, Leandro Soriano, sempre presente com palavras gentis.


Minha querida amiga Malmal, com os puxões de orelhas quando a alma não queria mais caminhar.


Meu amigo Ricardo Mainieri, que sem saber, seus exercícios poéticos foram setas no meu caminho.


Um carinho especial aos meus amigos fotógrafos Nélio Freitas, Alípio Padilha, Mario Cales, entre outros que através das lentes de suas almas retrataram o grito da minha.


Agradeço a você, fonte de inspiração, que de uma estranha amizade, ouviu o grito da minha alma, mostrou-me "a menina" perdida no caminho, muitas vezes me segurou para que não caminhasse tão longe e rápido, recebeu minha alma como companhia mesmo não sabendo o que fazer com ela.


Foi um prazer imenso conhecê-los. Continuo meu caminho buscando receber o mundo sem medo.


Agradeço o carinho dos amigos que visitaram o blog, fica o desejo de uma passagem de ano maravilhosa para todos.

 

Beijos

Escrito por Sílvia Paiva às 12h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Foto Fogo de Artifício # 3 - Antonio Nunes

 

 

Lucidez

 

 

Perco-me dentro de mim

 

Emaranhados pensamentos

 

Sussurram imagens orgásticas

 

Na desordem dos meus sentimentos

 

Explosão de cores lúcidas

 

Na tela escura da alma.

Escrito por Sílvia Paiva às 08h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/11/2005


 

Foto Laura - Nelio Freitas

  

 

 Lágrimas


Brotam no peito aflito


Assediada tristeza em mágoa


Impetuosas,


saltam dos olhos


Escancarando em rios


faces traídas


em confessados segredos


da alma


Impõem piedade


 aos corações empedernidos

Escrito por Sílvia Paiva às 16h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/10/2005


Foto Barco - Gonçalo de Oliveira 

 

BARCO 

 

À mercê dos ventos

Solitário barco ancorado

Busca coragem na largueza do mar

Anseia navegar sem marujo,

Sem âncoras e leme

Desafiar o tempo, rumar à sorte.

Aportar na tua praia, explorar tua ilha.

Sem medo de arriscar e perder-se no mar.

 

 

Escrito por Sílvia Paiva às 19h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/09/2005


 

Foto Corredor - Nelio Freitas 

 

SENTINELA

 

Fresta da memória

 

cheiro o mofo da solidão

 

espio dias de nada

 

Violenta em ser feliz

 

Apago pegadas

 

desvio rotas

 

Dispo o coração

 

Destruo fantasmas

 

cristalizados na dor

 

Alma em sentinela

 

duvida do amor.

 

 

 

Escrito por Sílvia Paiva às 16h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Foto Sílvia Paiva

 

ESCONDO-ME ACANHADO

DO MUNDO QUE ME ESPREITA

Escrito por Sílvia Paiva às 15h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

18/09/2005


Foto Sílvia Paiva

 

CAMINHO NO ALVO DA SIMPLICIDADE

 

Escrito por Sílvia Paiva às 21h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Foto Sílvia Paiva

 

 

 

AQUI

 

CABE

 

    POESIA...

 

Escrito por Sílvia Paiva às 21h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Foto Sílvia Paiva - Alipio Padilha

 

VIGIO O MUNDO,

BUSCO INSPIRAÇÃO

Escrito por Sílvia Paiva às 21h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

09/09/2005


 

Foto s/t - Ana Pinto

Lua

Pássaro da noite


Visita-me em vão


Com o olhar enevoado


Nego meus segredos


Não quero confidencias


Oca, esvaída a paixão


Fecho meus olhos


Enquanto pássaro


Carrega branca


recordação

Escrito por Sílvia Paiva às 23h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico